Afinal, o que é tanino?

Taninos são polifenóis que estão presentes nas peles e sementes das uvas (quem aqui não lembra de ouvir falar que faz bem pra pele pq são antioxidantes naturais?) e também se encontram em coisas como folhas de chá preto, chocolate amargo, madeira…entre outros!

São os taninos que nos dão a sensação de secura na boca, adstringência e até mesmo amargor. Já experimentou morder uma semente de uva? Tanino puro! 😝

Geralmente falamos de taninos quando estamos nos referindo aos vinhos tintos, porque os vinhos brancos costumam ter pouco contato com as peles e sementes das uvas durante a vinificação. Se houver estágio em madeira, ele estará presente.

O nível de taninos no vinho – alto, médio ou baixo – vai depender principalmente do tipo da uva, do tempo em contato com casca durante a maceração, tempo de estágio em barril de carvalho e se a madeira utilizada é nova ou não. Madeiras de primeiro uso agregam mais taninos ao vinho.

Já no caso das uvas, aquelas que possuem cascas mais grossas e escuras acabam possuindo mais taninos. Entre as uvas francesas:

🔸 Mais tanino: Tannat, Cabernet Sauvignon, Syrah
🔸 Menos tanino : Pinot Noir

Os taninos se ligam com proteínas e gorduras, por isso vinhos de taninos altos costumam ser harmonziados com comidas gordurosas como carne ou queijos mais gordurosas, pois eles acabam equilibrando os sabores na nossa boca.

Agora que vocês já sabem o que é tanino, me conta nos comentários se preferem vinho com mais ou menos?! 😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *